terça-feira, 17 de janeiro de 2017

"Plínio Salgado e suas armas contra os inimigos do Integralismo"

"Como o Chefe dos 'Camisas-Verdes' se arma para os grandes combater. Porque não usam os seus inimigos destas mesmas armas?...", com essa frase emblemática a revista Anauê! n°21 apresenta a biblioteca pessoal do líder Integralista Plínio Salgado aos leitores, demonstrando aspectos pessoais da sua vida íntima, incentivando a leitura e a produção de livros pelos camisas-verdes de todo o país. 

Ao longo dos anos Salgado formou inúmeras bibliotecas que auxiliaram no seu trabalho intelectual e político. Infelizmente, seu primeiro acervo foi saqueado durante o Estado Novo (1937-1945), formando ao longo dos anos uma nova biblioteca no exílio, fato esse relatado no artigo "conversando com livros antigos", publicado nos Diários Associados, em 25 de fevereiro de 1968. 

A biblioteca pessoal de Plínio Salgado é tema de artigo de minha autoria publicada na Revista do Arquivo, n°18, dezembro de 2016. Neste trabalho analiso os diversos títulos presentes no acervo, além de dedicatórias ao autor, tornando a biblioteca uma importante fonte de estudos sobre aspectos pessoais do líder Integralista.


Acima imagem de Plínio Salgado ao lado da sua biblioteca pessoal nos anos de 1930, publicada na revista Anauê!, n° 21.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado.