terça-feira, 12 de novembro de 2019

"Adeus, verde esperança!: integralismo e a morte de Plínio Salgado"

As produções pela academia sobre a trajetória do Integralismo e de seu idealizador Plínio Salgado (1895-1975) continuam a todo vapor pelo país, uma demonstração de como o assunto está em voga e o artigo publicado recentemente na revista Locus, n° 48, produzida pelo Departamento de História do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Juiz de Fora. 

O interessante artigo produzido pelo pesquisador Prof. Odilon Caldeira Neto, intitulado "Adeus, verde esperança!: integralismo e a morte de Plínio Salgado", traça um panorama das últimas décadas de atuação política de Plínio Salgado (1985-1975), demonstrando a importância do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1964) para defesa do legado Integralista. 



Os interessados em conhecer a publicação completa da revista Locus, n° 48, publicada em 04 de agosto de 2019, basta clicar na imagem acima. 

Para leitura do trabalho, acesse: https://doi.org/10.34019/2594-8296.2019.v25.27505

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

"O Integralismo e seus Mártires"

O fechamento da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) no Estado da Bahia pelo então interventor Juracy Monteiro Magalhães (1905-2001) já foi objeto de inúmeras postagens neste blog, entretanto um fato passou despercebido, em decorrência da arbitrária interrupção das atividades Integralistas na região, os conflitos se intensificaram levando inevitavelmente camisas-verdes ao óbito. 

Um exemplo, foram os embates ocorridos no interior do Estado da Bahia, mais precisamente no Município de Maragogipe, entre Integralistas e forças policiais, contra o fechamento da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) na região, que culminou na morte do Integralista Fernando de Andrade, em 04 de setembro de 1936, recebendo posteriormente o título de Mártire Integralista. 

Segundo o jornal Diário da Noite é possível compreender as tensões em Maragogipe pela negativa do Chefe Integralista local em entregar documentos e ficheiros as forças policiais, segundo a reportagem: "Mais tarde, em Cotias, uma senhora provocou uma discussão com os policiais, que pouco depois degenerava em conflito. A autoridade deu voz de prisão à referida dama e ao seu marido. Quando ambos se dirigiam para a delegacia, ouviu-se um disparo contra a força policial. Os soldados reagiram, originando-se cerrado tiroteio, do qual resultou a morte do integralista Fernando de Andrade, fiando ferida, dez pessoas, que foram depois convenientemente medicadas"

Para muitos pesquisadores iniciantes sobre o tema pode parecer que os conflitos que levaram a morte de Integralistas tenha predominância em tensões entre Integralistas e Comunistas ou Anarquistas entretanto, ao compreender melhor a história do Integralismo, observa-se que na maioria das vezes em que houve óbito de camisas-verdes, as forças policiais locais estão envolvidas, comandadas por políticos/coronéis, demonstrando que o Sigma representava uma ruptora clara da politica local, representando perigo a hegemonia politica regional. 


Acima imagem parcial do jornal Diário da Noite com o título "Violento conflicto em Cotias - um morto e dez feridos", n° 2718, página 01, ano 1936 (Fonte: Biblioteca Nacional). 

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

"Professor Ivanaldo Santos, In Memoriam"

Com imenso pesar, o blog Populista informa que no último dia 11 de outubro, faleceu, no interior do Rio Grande do Norte, o Professor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) Ivanaldo Oliveira dos Santos Filho, vítima de gravíssimo acidente automobilístico, autor de inúmeros artigos e obras literárias.

Grande incentivador do blog, em 2013, o Professor Ivanaldo Oliveira dos Santos Filho convidou o autor deste singelo blog para publicar artigo em conjunto na Revista Brasileira de Filosofia e História, com título "Memórias de Família: a história de militância do Sr. Sérgio de Vasconcellos", trabalho esse apresentado na Universidade Estadual do Rio de Janeiro - UERJ, no mesmo ano. 

Recentemente Professor Ivanaldo tinha realizado novo convite, entretanto devido o acidente não será possível a realização do trabalho em conjunto. Deixo aqui uma singela homenagem ao querido amigo e as condolências aos familiares.



Acima imagem do trabalho de autoria dos pesquisadores Guilherme Jorge Figueira e Ivanaldo Santos, apresentado na Revista Brasileira de Filosofia e História, página 01, ano 2013. 

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

"Cigarros Plínio e a propaganda Integralista"

Ao visitar o acervo do Arquivo Público de Rio Claro, localizado no Estado de São Paulo, o visitante automaticamente desperta o interesse pela história do Integralismo através das visitas guiadas, em virtude da ampla presença de itens diversos relacionados a história do movimento do Sigma, que contem inúmeras curiosidades, dentre elas, o cigarros Plínio. 

Produzido pela Indústria de Fumos e Cigarros Plínio Linhares, localizada no Estado de Minas Gerais, o cigarro foi fabricado nos anos 1950, por curto período, entretanto, não foi um empecilho para que os Integralistas utilizarem a embalagem como propaganda do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1962) e da candidatura do seu presidente Plínio Salgado (1895-1975), fato esse desconhecido pelos pesquisadores que buscam estudar a difusão e propaganda Integralista.


Acima imagem dos Cigarros Plínio, produzido pela Indústria de Fumos e Cigarros Plínio Linhares, presente no Arquivo Público de Rio Claro (Fonte: APRC). 

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

"Dr. Genésio Pereira Filho, In memoriam"

Na última quinta-feira, dia 17 de outubro de 2019, faleceu na cidade de São Paulo, de causas naturais, aos noventa e nove anos de idade, o veterano de diversos movimentos e associações Integralistas, dentre elas, Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) Centro Culturais da Juventude - CCJ (1952-1962) e do Partido de Representação Popular  - PRP (1945-1962) Dr. Genésio Cândido Pereira Filho.

Colaborador de inúmeros periódicos Integralistas e sobrinho do Chefe Integralista Plínio Salgado (1895-1975), seus artigos são uma verdadeira aula sobre o Integralismo brasileiro, entretanto, talvez a publicação mais famosa do camisa-verde seja o texto intitulado "Ser integralista - não ser integralista - (O eterno e o efémero)", publicado originalmente pela revista integralista Avante!, em 1950.

O texto supracitado de autoria do Dr. Genésio Pereira Filho, quando então Secretário Estadual de Estudos e Plano Governamentais do Diretório Estadual de São Paulo do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1962), alcançou enorme sucesso tendo sido republicado em diversos jornais e revistas, bem como editado várias vezes na forma de folheto, também foi acolhido no Volume VIII da Enciclopédia do Integralismo. Abaixo, segue o referido texto:


Primeira parte do texto intitulado "Ser integralista - não ser integralista - (O eterno e o efémero)", publicado originalmente pela revista integralista Avante!, em 1950.


Segunda parte do texto intitulado "Ser integralista - não ser integralista - (O eterno e o efémero)", publicado originalmente pela revista integralista Avante!, em 1950.


Terceira parte do texto intitulado "Ser integralista - não ser integralista - (O eterno e o efémero)", publicado originalmente pela revista integralista Avante!, em 1950.


Última parte do texto intitulado "Ser integralista - não ser integralista - (O eterno e o efémero)", publicado originalmente pela revista integralista Avante!, em 1950.

Para maiores informações, acesse: http://www.linguagemviva.com.br/312.pdf

terça-feira, 15 de outubro de 2019

"Integralistas presentes na Batalha do Atlântico - Segunda Guerra Mundial"

Inúmeros conflitos marcaram os países durantes os anos beligerantes da Segunda Guerra Mundial, entretanto a Batalha do Atlântico foi responsável em transportar o conflito Europeu para países distantes, como, por exemplo, Argentina, Uruguai e Brasil, no último caso, ceifando a vida de inúmeros brasileiros em decorrência do torpedeamento de navios mercantes. 

O assunto é polêmico, alguns autores suscitam dúvidas sobre a autoria dos torpedeamos, como uma forma de trazer o Brasil para o conflito, outros, ainda acusam Integralistas de terem informado nações estrangerias sobre o posicionamento das embarcações, entretanto, não há dúvidas que o resultado da perda de navios e vidas, somadas com pressões internas e externas, resultaram no envio de tropas brasileiras ao conflito Europeu.

Curiosamente muitos que acusam os Integralistas de colaborarem com o inimigo estrangeiro, ignoraram o fato da presença de Integralistas nos navios mercantes que naufragaram devido as agressões, como, por exemplo, os comandantes dos navios "Cabedelo" e "Baependi", o próprio Chefe Nacional da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) Plínio Salgado (1895-1975), após o regresso ao Brasil do exílio em Portugal, aborda o tema, se não, vejamos: 

"(...) Como seria possível aos Integralistas apontar barcos mercantes ao estrangeiro inimigo, quando, lá dentro levavam a bandeira nacional companheiros nossos? Muitos escaparam com bida, mas perdemos outros. Seria longo citar a longuíssima lista, porque esta sessão se prolongaria com o enunciado de tantos nomes de bravos, os quais citaremos em cerimônia especial do seu culto. (...)" 


Acima imagem do opusculo "Plínio Salgado fala à Nação - O impressionante discurso do Teatro Municipal, transmitido por uma rede de trinta e sete emissoras", página 08, s/d.  

Sobre o tema, acesse:

https://historia-do-prp.blogspot.com/2013/01/espioes-ingleses-produzem-carta-ligando.html